Literatura Opiniões Literárias

A Passagem de Horácio N. Medina

Janeiro 4, 2020

Há livros que nos tocam. Existem ainda os livros que nos mudam. Fui contactada pelo autor para ler o seu livro e dar a minha opinião. Pesquisei sobre o livro, li a sinopse e pareceu-me ser aquilo que eu precisava na altura. Não demorei muito para ler, assim que chegou cá a casa eu tive de o ler. Como refiro ao longo de imensas opiniões minhas sobre livros de poesia, não leio assim tanta poesia quanto gostaria. A verdade é que prefiro ler outros géneros, acabo por ler todos os livros de poesia que me caem nas mãos, mas não tomo assim tanta iniciativa. Trata-se de uma resolução de ano novo, a ver se mudo isso. Posso dizer-vos já que A Passagem de Horácio N. Medina surpreendeu-me mais do que estava à espera.

Sou das pessoas que adora quando os poemas falam de sentimentos, acabo por identificar-me mais facilmente. Não sou pessoa de fazer anotações nos poemas, mas com este livro tive de fazer diversas anotações. Não vos sei dizer ao certo quantos poemas destaquei como favoritos, sei que são imensos. Outros tiveram maior destaque, mas em grande parte todos os poemas estiveram bem. Gostei imenso da escrita, do que os poemas queriam transmitir e todas as emoções que este pequeno livro me fez sentir. Quando classifico um livro tenho noção de como ele me fez sentir enquanto o lia, este fez-me sentir feliz, chorei e refleti imenso. Palavras bem ditas, que muitos deveriam ouvir e refletir.

Recomendo-te: Anónimo de Pixeu

Quando faço opiniões de livros de poesia, gosto sempre de destacar algumas partes que mais gostei, por isso, abaixo encontrarão as minhas partes favoritas. Este livro em específico foi-me complicado escolher algumas, eram tantas!

Não basta fazer para ser.

Há que sonhar.

Mas não te percas. Isso é a realidade.

(página 42, in A Passagem de Horácio N. Medina)

Recomendo-vos este livro, acredito que muitas mais portas se abrirão para o autor. Merecia mais destaque, mais publicidade. Acredito que hoje em dia a poesia caí muito no esquecimento, sinto-me culpada por isso, mas vamos valorizar o que é nosso. Qualquer autor português merece ser lido. Ansiosa para ler mais obras do autor, sinto que vai surpreender muita gente.

Mas que diabo deverei ser?

O diabo?

Oh, isso é de mais para mim!

Ele é algo porque existe, daí ele ser muito.

Eu não existo.

Se existisse, não seria indiferente ao que sou.

Mas o que sou diz-me tanta coisa…

(página 71, in A Passagem de Horácio N. Medina)

Podes comprar o livro A Passagem de Horácio N. Medina em Wook.pt!

    Deixar uma resposta