Literatura Opiniões Literárias

The Word is Murder de Anthony Horowitz

Dezembro 17, 2019

Anthony Horowitz poderá vir a tornar-se num dos meus escritores preferidos de policiais. Foi com ele que descobri que queria ler mais livros da Agatha Christie, assim como foi com ele que matei as saudades que sentia de um bom policial à moda antiga. Se por um lado tive receio de ler mais um livro do autor este ano, por outro estava entusiasmada para descobrir mais sobre as suas obras. Portanto, de todas as obras do autor que eu tinha interesse, decidi escolher The Word is Murder de Anthony Horowitz. O principal motivo foi o título, ora, qualquer livro com este título chama a atenção. Será que me conquistou este livro? Ou foi uma desilusão?

Como sabem, este ano a editora Clube do Autor lançou um livro do autor, recebi um exemplar em casa sem esperar e nem tinha assim muita curiosidade. Verdade seja dita, eu nem fazia a mínima ideia de quem era o autor. Por um lado pensei em deixar o livro de lado, o título era bom e estava a receber boa atenção por parte dos leitores. Não vos sei explicar ao certo qual o motivo, mas senti que não o deveria ler. O tempo passou e dei por mim a lê-lo. Sem dúvida que Crime, Disse o Livro tornou-se num dos meus livros preferidos de 2019. Honestamente, foi dos melhores livros editados em Portugal durante este ano. Conseguir ler outro livro tão bom ou melhor que este é deveras complicado. Arrisquem-me por ler The Word is Murder com a necessidade de me reencontrar com o talento que é Anthony Horowitz.

Acredito que vais gostar de ler a minha opinião de Crime, Disse o Livro de Anthony Horowitz

De certa forma este livro acaba por ser um pouco do mesmo género de que Crime, Disse o Livro. Dei por mim a conseguir já entrar um pouco na cabeça do escritor e até adivinhar alguns episódios, não todos. A experiência de estar a acompanhar uma personagem que ao mesmo tempo é o narrador é algo de deveras incrível. Admiro imenso a capacidade que o escritor tem para criar personagens misteriosas e muito interessantes. Como é o caso de Hawthorne. Sendo ele uma personagem misteriosa, inteligente e até certo ponto um pouco divertida.

Sem esquecer a premissa que é tão bem pensada, até ao mínimo detalhe. Digo-vos apenas isto do livro para vos fazer ter curiosidade com a história: quem planeia o seu funeral antes de morrer? Isso mesmo, querem melhor premissa que esta? Não me recordo da última vez que vibrei tanto com um enredo, até me lembro, foi com outro livro do autor. As diversas referências que assim como no outro livro o autor nos habituou. Acabámos por ter um livro até certa medida muito semelhante ao outro. Entre um e outro é-me difícil escolher, para mim, estão ambos no mesmo nível. Na minha opinião, tanto ler este em primeiro como o outro, acabaram por se surpreender com o autor.

Se por um lado tive medo de ler este livro, o receio de me desiludir era enorme, por outro lado senti que precisava de ler todas as obras do Anthony Horowitz. Com um talento incrível para a narrativa, nem nos apercebemos das páginas a voar. Apenas quando chegámos ao fim temos noção de que lemos demasiado rápido, deveríamos ter lido mais devagar para aproveitar melhor. Contudo, os livros do escritor são para ser lidos assim. Ao mesmo ritmo que as personagens correm para descobrir a verdade. Para viver cada segundo como se a vida dependesse disso.

Podes comprar o primeiro livro do autor “Crime, Disse o Livro” em Wook.pt!

Caso sejam fãs de thrillers e policiais, acredito fielmente que vão gostar das obras do autor. Se não são fãs do género, não deixem na mesma de olhar para o seu trabalho e apreciar o talento que este homem tem. Assim como no outro livro, este acabou por ser uma mistura de realidade com ficção, e é um toque subtil que torna os seus livros tão mais intensos. Contudo, devo dizer que estes livros são altamente viciantes. Assim que terminei este livro dei por mim a querer começar outro do autor. Quis e quero ler mais um livro dele, mas vamos deixar essa tarefa para o próximo ano. Quem sabe não será a primeira leitura do próximo ano.

De momento o livro “The Word is Murder de Anthony Horowitz” não está disponível em Portugal, mas acredito que em breve o teremos disponível.

A imagem utilizada nesta publicação foi retirada do site do autor, Anthony Horowitz.

    Deixar uma resposta