Literatura

Escolher Leituras e Não Há Muitos Livros

Dezembro 11, 2019

Começo por tirar a vergonha da cara dizendo que tenho 60 livros na estante por ler. Talvez tenha ficado para trás um ou outro. E perguntam: quantos livros tens na tua estante? Não posso dar certezas, entre edições duplicadas, ou até triplicadas, tenho mais de 500 livros. Já vendi muitos livros, troquei e doei. Mas, quantos mais saem, também mais entram. O que é ter 60 livros por ler de uma estante com mais de 500 livros? Em tempos foi algo que me incomodou, passava dias a olhar para os livros à minha espera, sentia-me culpada. Tive de mudar o mindset, porque haveria de me sentir culpada? Ler é uma atividade que faço por prazer, não por obrigação. Portanto, isto é um género de desabafo onde falo sobre escolher leituras e do facto de que não há muitos livros.

Com isto, dei por mim a escolher leituras de outra forma. Não me limitei a começar um livro. Olho para os livros que tenho na estante, falo com eles (coisa de doida eu sei), criamos ali uma ligação e eles dizem-me qual livro devo ler. Se acerto sempre? Não, mas quando não acerto sei logo no primeiro capítulo que preciso de colocar aquele livro para ler noutro momento. Se há vezes que acerto? Há, e muitas. Dou por mim a começar um livro com aquele pressentimento de que vou gostar, e não é que eu acerto!

Recomendo-te a leres esta publicação: Talvez Isto Seja Um Q&A

Para além disto, sou uma leitora que de certo modo é fã das novas tecnologias. Por mais que eu prefira o papel, por vezes a versão digital do livro acaba por salvar-me a vida. Existem imensos livros que quero ler, muitos deles são de autores dos quais os seus livros ainda não se encontram traduzidos em Portugal, e muito provavelmente nem chegam a ser traduzidos. Ora, para conseguir os ler acabo por optar pelos e-books, portanto, para além dos livros físicos, tenho ainda livros para ler em formato digital. Como podem imaginar, a lista só aumenta.

A minha rotina de leitura é muito simples, acabo por ler mais do que um livro ao mesmo tempo por opção. Não sou aquele tipo de leitora que se foca apenas numa leitura, isto claro, se gostar de um livro não o descanso até terminar. Se às vezes demoro semanas a terminar uma única leitura, tem dias que leio um ou dois livros. Não tenho uma rotina definida, assim como o meu ritmo varia. Porém, na hora de escolher o próximo livro para ler gosto de pensar bem na minha escolha, será que devo ler este livro neste momento? E o que realmente me apetece ler? Se por vezes tenho uma tbr com imensos thrillers para ler, mas nem sempre me apetece, acabo por escolher outra leitura. Vou-me muito pela minha intuição, por aquilo que sinto.

Acredito fielmente que os livros falam connosco. Eles dizem-nos qual o momento certo para pegarmos neles. Já peguei em livros que na altura não era a ideal para os ler, mas mais tarde quando senti vontade de os ler, fizeram mais sentido. O nosso estado de espírito influencia as nossas leituras e perceções delas, se estiver triste e desmotivada, a leitura pode acabar por ser enfadonha. Se estiver mais motivada, alegre e esperançosa, acredito que será mais fácil de digerir a leitura. Os livros servem para nos acompanhar em qualquer que seja a altura da nossa vida, para dias menos felizes como para os mais felizes. São amigos que nos acompanham e confortam.

E porque nunca temos demasiados livros, compra mais livros em Wook.pt!

Se eu acho que devemos ler todos os livros que estão na nossa estante por ler? Não. Até porque ser leitor e amante da literatura é querer ler todos os livros e mais alguns. É sonhar com todas as histórias que há para descobrir. Sentir que o tempo é tão pouco para ler tanto livro. Por isso, não há isso de ter demasiados livros, assim como não é vergonha nenhuma ter imensos livros na estante por ler. Acredito que na vossa casa tenham acessórios ou outra coisa qualquer acumulada e não vos censuram por não a usarem, ou por terem. Mas, quando se fala dos livros, todos acham um absurdo ter imensos livros, como se a cultura fosse algo mau. Quantos mais livros, mais sonhos e mais aventuras. Antes viver rodeada de livros, do que na esperança de ser a rainha dos likes.

    Deixar uma resposta