Desenvolvimento Pessoal Lifestyle

#1HábitoPorMês – Exercitar

Novembro 4, 2019
Photo by lucas Favre on Unsplash

Um novo mês e para mim isso é sinónimo de um novo hábito para trabalhar e desenvolver. Se bem se recordam o hábito do mês passado era journaling, infelizmente não correu bem como eu esperava, dei por mim a não gostar da experiência. Não foi o que eu pensava que seria, ou talvez não o fiz da melhor forma. Porém, descobri uma nova paixão: bullet journal. Apesar de ter descoberto essa paixão no primeiro semestre do ano, voltei novamente a dar-lhe uso. Desta vez passou a ser essencial para o meu dia a dia, já não vivo sem. Novembro tem tudo para ser um dos melhores meses deste ano, tenho uma certeza esperança e alguns objetivos. O primeiro passo quando se trata de planear o meu mês é escolher um hábito, este mês decidi que seria altura de exercitar o corpo. Colocar o corpo em movimento, não deixar para Janeiro o que posso começar agora.

Apesar do meu trabalho exigir muito esforço, estar de pé não é tarefa fácil, sinto falta de mexer-me mais. Já disse várias vezes que vou começar a praticar mais exercício físico, mas acabo por deixar sempre de lado essa ideia e acabo por deixar a preguiça vencer-me. Decidi que estava na altura de crescer um bocadinho e decidir finalmente mexer-me. Trabalho, mas quando estou em casa estou na maioria do dia sentada. Preciso de mexer-me um bocadinho, para ajudar o meu físico e ser mais saudável, e para também, conseguir distrair um pouco das tarefas do dia a dia. Sinto que preciso de apanhar um pouco mais de ar, e não é a andar de carro, preciso mesmo de andar a pé. Não pretendo ir todos os dias andar ou correr, os dias que não me apetecer sair de casa ou que não esteja tempo para isso vou exercitar-me mesmo dentro de casa (hoje em dia isso já é possível!).

Planos para cumprir este objetivo: depois de acordar vou realizar pelo menos trinta minutos de atividade física, caso não cumpra na parte da manhã, tenho de fazer mais tarde; na parte da tarde realizar mais trinta minutos de exercício, se por acaso não tiver cumprido o objetivo da parte da manhã, faço um treino a dobrar; incentivar os restantes membros da família a praticar algum exercício, assim como vocês desse lado; manter este hábito após Novembro terminar.

Parece um hábito bem simples, mas o que me tenho apercebido conforme vou procurando novos hábitos para inserir na minha rotina é que os hábitos mais simples, são sempre aqueles que dão mais trabalho. Dou-vos o exemplo do hábito que quis desenvolver no mês anterior, parecia bem simples: o que poderia ser mais complicado do que pegar numa caneta e escrever num caderno? Isso mesmo, nada. Mas, eu de cada vez que precisava de escrever parecia que não tinha nada a dizer, escrevia apenas para tirar aquela tarefa da lista de afazeres. Mudei de estratégia. Escrevo no meu journal apenas e quando sentir que preciso deitar alguma coisa para fora. Posso pegar no meu journal duas vezes na mesma semana, como posso demorar semanas a pegar nele. Porém, não sinto aquela obrigação de estar todos os dias a escrever, porque eu queira ou não, há hábitos que não se enquadram na minha rotina. Cada pessoa funciona de uma maneira, e se muitos se dão bem a escrever todos os dias no seu journal, eu não. Temos de ter noção de quais hábitos podemos realmente inserir na nossa rotina, e quais nos serão realmente úteis.

Sei que o hábito deste mês vai ser um desafio enorme para mim. Serão minutos que irei tirar do meu dia que poderia estar a escrever ou a adiantar conteúdo, são minutos do meu dia que eu poderia estar a estudar ou até mesmo ler (ainda bem que hoje em dia existem audiobooks). Vou tentar manter o foco, inclusive estou a pensar criar um layout no bullet journal para anotar como está a correr e para ajudar-me a manter sempre motivada e focada no objetivo.

Vou fazer um bocadinho de batota este mês, os dois primeiros fins de semanas do mês vou contar como já feitos porque são dias de trabalho e o trabalho vale por mais de meia hora de exercício. Os restantes fins de semana do mês vou estar por casa, portanto, não tenho desculpa para não tirar o rabo do sofá e exercitar o corpo (e a mente também). Convido-vos a participar, adotar o mesmo método que eu (ou então um que vos seja mais acessível). Não custa nada e não há necessidade de esperarem até ao início do ano para decidirem ser mais saudáveis ou apenas para melhorarem o vosso estilo de vida. O momento começa agora, não esperem por amanhã que pode ser tarde de mais.

Dicas de como facilitar os passeios ou corridas:

  • ouvir um audiobook, ou quem sabe até um podcast;
  • convidar um amigo ou familiar para se juntar à aventura;
  • passear o vosso animal de estimação;
  • sair de casa com o intuito de fotografar;
  • sair de casa para visitar familiares ou amigos.

    Deixar uma resposta