Desenvolvimento Pessoal Lifestyle

Aproveitar A Vida Ao Máximo

O momento ao certo que decidi que queria aproveitar a vida ao máximo não sei quando se deu. Foi depois dos dezoito. Foi naquela passagem de adolescente para quase oficialmente adulta. Talvez foi no momento que percebi que ser adulto significava ter de me preocupar em pagar contas (ainda bem que ainda vivo com meus pais, as contas não são assim tantas!), certificar-me que o carro está apto para andar na estrada, ou seja, meter combustível, ir trabalhar, fazer todas as outras tarefas e ainda ter energia para divertir-me. Digo-vos que os primeiros meses eu não me habituei bem à rotina de trabalho, custou-me e dei por mim perdida da vida. Só sei que eu quis e quero tirar o melhor partido da vida, experienciar a vida ao máximo.

Agora, a grande questão que eu tenho feito durante várias vezes: Como aproveitar a vida ao máximo? Saber que a vida é demasiado curta para tudo aquilo que quero fazer dá-me uma certa agonia e ansiedade. Sou uma pessoa de sonhos, acho que a cada dia surge-me um sonho ou objetivo diferente. Eu toda sou feita de sonhos. Por isso, vivo num loop de planear tudo e refletir.

Tenho acompanhado quem já fez esta caminhada que estou a começar. Estou a aprender com quem já sabe, é uma das melhores dicas que recebi e que vale ouro. Aprende com quem já fez o mesmo percurso que tu. Mas, há um detalhe que gosto sempre de referir quando recomendo este pensamento: aprender com os outros é bom, aprender com os erros que os outros já cometeram, é bom. Porém, nada vale a experiência que obtemos por termos feito. Por mais que seja bom não cometer erros, é necessário cometer alguns erros para aprender e melhorar. Para mim a dose certa para usar esta fórmula de aprender com os outros, é sem dúvida alguma a seguinte: aprender com os outros + fazer por si mesmo. Juntando estes dois detalhes, conseguimos dar o primeiro passo nesta caminhada que é o desenvolvimento pessoal.

Agora, mais uma questão (a vida é festa de questões e nós temos de arranjar as respostas): o que é isto do desenvolvimento pessoal? Na minha opinião o desenvolvimento pessoal nasce da necessidade do ser humano de querer ser melhor. Só o facto de querermos melhorar, seja interior ou exteriormente, é aquele empurrão para nós procurarmos saber mais sobre a vida e sobre nós mesmos. Eu decidi que queria aproveitar melhor a vida e ao decidir isso percebi que precisava de melhorar como pessoa, de desenvolver as minhas capacidades e aprender coisas novas. Sendo eu uma pessoa muito envergonhada e com um certo receio de arriscar, tenho de colocar de lado esse meu lado mais tímido e sair da zona de conforto. Não posso aproveitar a vida ao máximo se me mantiver no meu habitat. E já vamos no segundo passo: aceitar o que nos impede, e mudar.

Com todas as perguntas que iam surgindo na minha mente descobri que a melhor forma para eu conseguir organizar-me e planear a minha vida é tirar algum tempo para reflexão. Precisámos de refletir, naquilo que queremos, naquilo que somos, naquilo que queremos ser. Eu gosto de tirar algum tempo durante a minha semana para fazer isso, o melhor dia talvez seja ao domingo. Como eu gosto de planear a minha semana, para ter uma noção daquilo que preciso fazer e conseguir aproveitar ao máximo o meu tempo, aproveito e faço já uma pequena reflexão. Começo por pensar naquilo que fiz durante a semana, aquilo que correu bem e também o que correu mal, depois faço uma lista com o que eu preciso melhorar, o que vou deixar de fazer. Aprendi este truque com o Fred Canto e Castro, tenho-o seguido fielmente. Tem sido o meu maior mentor nisto do desenvolvimento pessoal. O melhor método para mim, tem sido o seu podcast, mas sem dúvida que o Resolution, tem sido um must na minha vida. Segundo o Fred, existem quatro perguntas que temos de responder quando fazemos a nossa reflexão da semana, segui esse método e adorei. Foi como expliquei acima, acredito que poderá vos mudar a vida. Parar e refletir, o terceiro passo.

Agora o último passo é sem dúvida pôr em prática, já descobrimos que queremos ser melhores pessoas, sabemos o que devemos mudar em nós para conseguir melhorar e já refletimos. Por fim, com tudo organizado na nossa mente, devemos sujar as mãos e ir à luta. Vamos lutar com unhas e dentes para conseguirmos tudo aquilo que sonhámos, para conseguirmos experienciar a vida ao máximo. Pode parecer impossível aproveitar a vida ao máximo, mas porque haveria eu de aceitar viver miseravelmente quando posso aproveitar ao máximo? É esse o problema do ser humano, deixar-se ficar pelo que já está, não querer evoluir. Aprendi que as pessoas só mudam por duas razões (obrigada Fred, tens sido uma mais valia): ou mudam por inspiração, ou por desespero.

Eu sei que quero mudar, ser uma melhor pessoa para conseguir ter uma melhor qualidade de vida. Este simples pensamento causou uma mudança por completo na minha vida. Passei a dar mais valor aquilo que o meu corpo me diz, valorizo cada pensamento meu e ideia. Outra mudança que aconteceu foi o simples facto de precisar de planear a minha semana para sentir-me mais segura, preciso daquela segurança de que tenho tudo programado para não me esquecer de nada. Tem sido uma aventura isto do desenvolvimento pessoal, cada vez mais me apaixono pela área, mas acima de tudo, cada vez mais me apaixono pela vida. Isto de viver tem muito que se diga. Aqueles cinco minutos que antes eu passava a nas redes sociais a ver a suposta vida perfeita dos influencers, agora passo a ouvir ou ler algo que possa melhorar a minha pessoa. Se antes eu já adorava aprender e ler, agora ainda mais paixão sinto. Desde ler mais livros sobre o tema, a ouvir podcasts. O melhor de tudo é encontrar pessoas que passaram pelo mesmo que nós, que nos entendem e sabem dar conselhos. Assim, não me sinto tão uma ovelha negra.

Esta publicação foi escrita com inspiração em diversos podcasts que ouvi, assim como alguns livros que li. Mas, dou destaque a uma rubrica do Fred Canto e Castro chamada Resolution que tem abordado questões muito importantes. Por isso, para assistirem ao primeiro vídeo dessa rubrica basta clicarem aqui.

Lê também

Sem Comentários

    Deixar uma resposta