Lifestyle Literatura Opiniões Literárias

My Morning Routine: How Successful People Start Every Day Inspired

Com o passar do tempo dei por mim a tornar-me uma pessoa muito matinal. Gosto realmente das manhãs, sinto que é a hora do dia que consigo ser mais produtiva, e caso não aproveite bem a minha manhã, parece que o resto do dia só corre mal. Eu não fui sempre assim, durante muitos anos era do tipo de pessoas que dormia até hora de almoço, por conseguinte acabava por ficar até às tantas da madrugada acordada. Se esta rotina fazia-me bem? Eu sei perfeitamente que não, na altura achava-me uma night owl, e dizia isso com muito orgulho. Porém, o meu pensamento mudou, e de forma drástica.

Quando comecei a ter insónias, passei de certa forma a odiar estar acordada quando todos dormiam. Estranho para uma pessoa que adorava ficar acordada no silêncio da noite, sossegada, no seu mundo e com os seus pensamentos. O que fazia eu durante a noite? Lia imenso, também falava com amigos que estavam acordados, via filmes e séries, ouvia música, e nos dias que estava mais inspirada chegava mesmo a escrever. Quantas vezes dei por mim às cinco da manhã a escrever, mas claro, mais uma história que não iria sair da gaveta.

A verdade é que mudei de forma de pensar, e de um momento para o outro, passei a valorizar isto de acordar cedo e ter uma rotina para começar o dia. Deixei de lado essa ideia de que à noite sou mais produtiva. Não sou mais produtiva à noite, eu sou mais produtiva quando estou acordada, seja dia ou noite. Para mim a mudança não foi complicada, estava motivada para a mudança e o meu corpo até aceitou bem o desafio. Coloquei alarme, e no primeiro dia estava eu a acordar cedo e dar início ao meu dia. E vejam lá, não é que consegui ser produtiva nesse dia? No princípio pareceu-me estranho, estar acordada tão cedo e não ser porque tinha alguma coisa importante para fazer na rua.

Os dias foram passando, deixei de colocar alarme para acordar, o meu corpo já se despertava de forma natural. Já se passou uns bons meses desde esta alteração, posso até dizer que já se passou cerca de um ano. O que mudou em mim? Sem dúvida que acordo mais rapidamente, claro que não acordo às seis da manhã, apesar de já ter feito esse desafio durante um mês. Para mim, o melhor horário para acordar é entre as 7h e as 8h. Também tenho aqueles dias que deixo-me dormir mais um pouco, mas normalmente fico cansada de estar na cama e levanto-me, ou se ficar pela cama fico-me a ler.

Durante o mês de Agosto comecei a ler um livro que decidi avançar na leitura por mero acaso. Vi-o na minha biblioteca de e-books e decidi dar-lhe uma oportunidade. Não estava de todo à espera de vir a gostar, pensei que seria mais uma leitura leve para aliviar a alma e distrair das reviravoltas da vida. Surpreendi-me, logo no primeiro capítulo dei por mim a ficar agarrada ao livro e aquilo que ele queria dizer-me. Estou a falar do livro My Morning Routine: How Successful People Start Every Day Inspired, um livro que tem diversos testemunhos e dicas de várias pessoas à volta do mundo. A maioria destas pessoas não conhecia, porém, foi muito bom ficar a conhecer as suas rotinas, e como de pessoas para pessoa criam os seus métodos para aproveitarem o dia e terem tempo para tudo.

Apesar dos capítulos serem poucos, são bem longos. São capítulos direcionados para um tema em específico, como as pessoas se organizam para o dia seguinte, de que forma implementam novas rotinas, como foi mudar o estilo de vida. O tema mais importante do livro, considero que seja a gestão de tempo, como cada pessoa gere o seu tempo conforme os afazeres que tem. Algumas das dicas que foram dadas já tinha conhecimento, outras guardei e quem sabe um dia as venha a utilizar.

É uma leitura boa, principalmente se vocês querem saber mais sobre a rotina das outras pessoas, como isso influência o dia a dia de cada um. Ideal para quem quer aprender a gerir melhor o seu tempo, é daqueles livros que temos de ler gradualmente, durante o nosso dia e tirar alguns apontamentos. Vejo-me a pegar neste livro no futuro para relembrar o que aprendi. Contudo, não foi aquele livro de desenvolvimento pessoal que me desse aquela luz que tanto precisa no momento, foi uma leitura boa e agradável, mas certamente existem melhores na área que poderão satisfazer-me de melhor forma.

Lê também

Sem Comentários

    Deixar uma resposta