Desenvolvimento Pessoal Lifestyle

Pausa Para Viver

Março 3, 2019
Pausa Para Viver

Qual é realmente a importância de parar para viver? Tenho cada vez mais perguntado o motivo porque vejo tantas pessoas a falar em parar. Porquê parar? Temos uma vida toda pela frente, porque iríamos parar? Porque não continuar firme e focado? Rapidamente descobri o motivo. Por mais que tenhamos vontade de viver e correr o mundo, nem sempre o nosso corpo aceita tanta agitação e ambição. Dei por mim a cair num loop de cansaço e fadiga. Mais alguém assim?

O que fiz para mudar? Como sei que não voltara a acontecer? A primeira pergunta eu deixo para daqui a pouco, vai ser o foco para esta publicação. Mas, a segunda pergunta é bem fácil responder: só acontece se não prestarmos atenção aquilo que o nosso corpo nos diz. É preciso ter noção que não somos de ferro, que podemos por vezes descontrair. Não é ser egoísta nem nada do género, cuidar de nós, do nosso corpo é fundamental para conseguirmos viver mais e melhor.

O que eu fiz para mudar?

Primeiro comecei por passar mais tempo a cuidar de mim, em vez de fazer tudo a correr, preocupei-me em passar mais tempo a tratar de mim. Passei a ter uma rotina de beleza, assim ao início do dia começo por cuidar de mim, preparar-me para um novo dia. Faço o mesmo no final do dia, ajuda-me a relaxar e preparar-me para descansar. Algo que fiz foi começar a beber mais água, ajuda imenso a melhorar a qualidade de sono. Descobri que, na verdade, não sou uma pessoa que prefere trabalhar de noite, mas sim acordar mais cedo para começar de manhã a viver o dia.

A minha alimentação também sofreu mudanças. Nunca tomava o pequeno-almoço, nem me preocupava em fazer lanches, agora preocupo-me a comer bem e a horas. O pequeno-almoço dá-me logo aquela energia para começar a amanhã, foi uma tarefa complicada, o meu organismo não estava habituado e para adaptar-se teve de ser aos poucos. Foquei a minha alimentação mais em vegetais e fruta, até porque pretendo ser mais saudável. Diminui o consumo da carne, deixei de beber leite de origem animal e passei a beber leite de origem vegetal. Os doces foram cortados da minha alimentação, não são de todo o meu guilty pleasure, apenas uma ou outra sobremesa. O problema são os salgados, são a minha perdição, mas aos poucos vou tendo cuidado com os excessos.

É fundamental movimentar o corpo, sabemos isso, porém, não o fazemos. Falo por mim que sou preguiçosa e prefiro passar os tempos livres a ler do que realmente a ser saudável. Não é de todo a tarefa que tenho preocupado mais em melhorar, tenho perfeita noção disso, mas aos poucos vou inserindo hábitos que me obrigam a mexer-me. É raro o dia que não tire alguns minutos para dançar, ajuda o meu humor e sinto-me sempre como se tivesse tomado uma bebida energética. A corrida, por mais que queira inserir na minha vida, acaba por dar-me preguiça de ir correr todos os dias. Apesar de não ser um hábito regular, só pelo facto de o fazer quando sinto vontade já é uma boa mudança.

Senti necessidade de fazer uma pausa e assim o fiz. E é um passo que sinto necessidade de destacar para vocês. Se sentem necessidade de algo, façam-no. Não pensem duas vezes. Sigam os vossos instintos, aquilo que o vosso corpo vos diz. A melhor coisa que eu podia ter feito durante fevereiro foi parar e descansar. Deixei as redes sociais um pouco de lado, foquei-me em passar tempo de qualidade comigo mesma e fazer aquilo que gosto. Não coloquei pressões em cima de mim, preocupei-me apenas com aspetos que podem ajudar a minha vida a ser melhor.

Serviu de alguma coisa? Sim, parar realmente serviu para eu finalmente dar asas a um projeto que tenho em mente desde Outubro. Criei uma página no instagram onde pretendo dar algumas dicas, apoiar, motivar, ajudar, e muito mais sobre desenvolvimento pessoal, self-care self-love. Um projeto que vou abraçar de alma e coração, e que pretendo que vocês façam o mesmo. Apenas uma forma de tentar aprender mais e, ao mesmo tempo, ajudar alguém que precise. Foi por isso que esta pausa foi bem mais que merecida. Voltei com mais ideias, com mais força e motivação.

O que podem esperar para os próximos tempos? Haverão mais publicações, tentarei voltar ao ritmo de publicar todos os dias enquanto é possível, assim como no instagram. Estarei mais ativa nas redes sociais, estou focada em trazer conteúdo de qualidade no instagram e mais algumas ideias estão para vir. Até lá, convido-vos a espreitar o instagram dedicado a todos aqueles que se preocupam consigo e querem melhorar interiormente.

Pausa Para Viver

Deixar uma resposta