Literatura Opiniões Literárias

Segredos De Uma Ilha de Natacha Silveira e Bruno Silveira

Fevereiro 25, 2019

Não tinha conhecimento de todo dos escritores – Natacha Silveira e Bruno Silveira (irmãos). Descobri-os através de uma amiga no #bookstagram e quando os encontrei fiquei entusiasmada. Encontrar escritores da minha ilha é realmente um tesouro, principalmente quando escrevem não um, mas dois livros que têm como cenário a nossa pérola do atlântico – e, pelo que ouvi, o terceiro livro já está a ser escrito! Não fiquei indiferente e as sinopses cativaram-me imenso, os autores convidaram-me a ler as suas obras e dar a minha opinião, e claro, que não perdi a oportunidade e aproveitei para descobrir as histórias que criaram.

A sinopse capta logo a atenção por ser um livro de fantasia de escritores madeirenses, que optam por dar palco a esta história a Ilha da Madeira, algo muito incomum, nunca li nenhum livro que se passasse na minha ilha. Temos desde vampiros, lobisomens, feiticeiros, metamorfos, demónios… Tudo aquilo que podemos pedir num livro de fantasia.

Por mais que eu queira entrar em qualquer leitura sem quaisquer expectativas, para este livro foi complicado. A sinopse deixou-me com imensas expectativas e só queria que o livro as superasse. De certa forma conseguiu superar, não estava de todo à espera de gostar assim tanto da história. Sendo uma história de fantasia não sabia bem se iria realmente gostar ao não. Não se trata bem do meu género literário de eleição, porém, gostei mais do que realmente pensava ser possível.

Adoro a forma como a escrita agarra e cativa, prende-nos de uma forma surpreendente à história e às personagens. As descrições dão-nos informação mais que suficiente para ficarmos perdidos neste mundo, conseguimos visualizar perfeitamente tanto as personagens como cenários. Não senti que houvesse descrições exageradas ou desnecessárias, souberam equilibrar tanto descrições com diálogos. Claro que não podia deixar de falar das descrições da minha ilha linda.

Ao início achei que estavam a ser muitas personagens juntas, fez-me um pouco de confusão e sendo que muitas estavam interligadas por laços de família, seria-me muito mais fácil caso tivesse um género de árvore genealógica à mão. Dei por mim no princípio, confusa para descobrir quem ao certo seria o narrador. A história é-nos narrada em diferentes pontos de vista e demorei para entender quem realmente estava a narrar. Porém, ao longo do tempo fui-me habituando e lá acabei por conseguir identificar facilmente cada narrador.

Não posso deixar de referir que os escritores têm boas referências musicais, dei por mim a adicionar um ou outra música que não conhecia. Seria também engraçado reunir todas as referências numa playlist e fornecer aos leitores para ouvirem enquanto leem.

Um livro de fantasia com muito drama, mistério, segredos… Admito que tudo este mistério à volta dos irmãos deixou-me deveras com aquela necessidade de ler mais e mais. Aliado à escrita, dei por mim a devorar o livro sem qualquer problema.

Senti uma ligação forte não só com a história, mas com os personagens, acredito que o facto da história passar-se na minha terra ajudou a que apegasse à história. É quase como se os escritores quisessem que o leitor fizesse parte da história, senti-me realmente junto com as personagens a viver esta história. Destaco a forma como os escritores conseguiram delinear as personagens. Não são personagens infantis e sem cabeça. Foram realmente planeadas, de forma a serem importantes para a história e terem algum impacto no desenrolar da ação. Assim como a história foi planeada, tem um início, meio e fim. Apenas, acho que deveriam ter mais cuidado com o estilo de livro, quebra de páginas, de forma a deixar o livro mais bonito.

O tamanho do livro não passa de todo despercebido, é enorme e ao início assustei-me. Assim que lia capítulo atrás de capítulo deixei de perceber que era uma calhamaço. Tanto que queremos ler e descobrir, assim que termina o livro ficámos perdidos sem saber ao certo que ler depois. Optei por ainda não ler o segundo livro, vou dar mais um tempo e logo avanço de alma e coração para a leitura.

Recomendo sem dúvida o livro, acredito que vocês possam vir a gostar tanto quanto eu. Não sou fã de fantasia, é complicado um livro agarrar-me desta forma. Adorei e só senti vontade de ler mais. Vale a pena dar uma oportunidade a estes escritores, acredito que o trabalho deles só irá melhorar com o tempo.

  • Reply
    Vl Baeta
    Março 16, 2019 at 21:57

    Estou curiosa para ler tua opinião do segundo livro porque creio que vais achar o o livro um pouco diferente do primeiro. Mas nao menos bom! Eu adorei. Boas leituras

    • Reply
      Daniela
      Março 19, 2019 at 12:59

      Quero ver se o leio em Abril, acredito que irei gostar, logo verei!

  • Reply
    So happy with Less
    Fevereiro 26, 2019 at 15:17

    Já me falaram maravilhas deste livro 🙂

    • Reply
      Daniela
      Fevereiro 26, 2019 at 15:31

      Foi uma pequena surpresa para mim, não sou muito de fantasia, mas este surpreendeu. Quero imenso ler o segundo volume bem rápido!

  • Reply
    Daniela Vieira
    Fevereiro 25, 2019 at 22:43

    Não conhecia nem o livro, nem os escritores mas fiquei muito convencida a ler! Parece muito interessante e o facto de se passar em portugal é uma mais valia!

    • Reply
      Daniela
      Fevereiro 26, 2019 at 15:29

      Concordo! Convido-te a leres e quem sabe descobrires este mundo cheio de fantasia. Eu acho que é um pequeno tesouro!

Deixar uma resposta