Literatura Opiniões Literárias

Literatura | Um de Nós Mente – Karen M. McManus

Andava para ler este livro em inglês, entretanto, ouvi rumores da sua publicação em Portugal e aguardei. Fiz bem em o fazer, admito que fiquei espantada como facto de a editora ter decidido manter a capa original. Uma capa muito bonita, e sem dúvida que é perfeita para o livro em questão. Não tinha muitas expectativas para o livro, sabia que se tratava de um thriller com adolescentes. Apesar de nunca ter lido nada do género, deixei-me ficar sem expectativas para o livro surpreender. Sem dúvida que surpreendeu, mas será que foi assim tão bom?

Como fã de thrillers que sou, já sei que volta e meia, temos de desconfiar de todos. Então, desde do início que desconfiei de todos, inclusive dos pais. O meu maior receio nos livros com adolescentes é os pais ausentes, para mim livros com pais ausentes é logo uma crítica negativa. Eu simplesmente não gosto. Neste livro, a escritora deu-nos tudo. Pais considerados perfeitos, pais ausentes por vários motivos, pais liberais. O que podemos ver na nossa sociedade. O impacto dos pais foi intenso, vemos que muitos dos adolescentes apenas são quem são devido aos pais. É este tipo de influência que gostava de ver mais nos livros Young Adult.

A verdade é que se torna complicado conseguir pousar o livro assim que o começámos a ler. Um de Nós Mente trata-se de um livro interessante do início ao fim, e não consigo lembrar um único momento que tenha me sentido aborrecida durante a leitura. Um enredo de cortar a respiração, e de deixar com o coração nas mãos, é uma leitura quase obrigatória tanto para os adolescentes como para os mais adultos. Um livro que acredito seria bom ver inserido e falado durante a escola.

Vejo-me no futuro a reler este livro, e a recomendar a todas as pessoas que gostem de Young Adult e thrillers. A verdade é: este livro encanta a todos. Não dar uma boa pontuação este livro é complicado, não é fácil encontrar um único aspeto em que o livro tenha falhado. Temos uma escrita que fluí, enredo emocionante e personagens interessantes. Não esperava gostar tanto do livro como gostei. Fico na lista dos preferidos, e claro, recomendo-vos que leiam.

Quanto ao fina tenho a admitir que não me surpreendeu muito. Estava meio que à espera, até porque já aconteceu em vários thrillers, é o pão nosso de cada dia quase. Contudo, não deixa de ser entusiasmante o final. Da minha parte são quatro estrelas, apenas não chegou às cinco devido ao final que soube logo desde do início o que aconteceria. Porém, como já vos disse mais que uma vez, leiam porque o livro é realmente muito bom.

Sinopse: “Simon Kelleher é o criador do Má-Língua, uma nova aplicação que está a encurralar a elite de Bayview High, revelando pormenores da vida privada dos alunos da escola. 

Mas o caso torna-se mais grave quando Simon e quatro colegas ficam fechados de castigo numa sala, e ele morre diante das suas vítimas.

Os quatro que se tornam suspeitos imediatos do homicídio, são: 
A melhor aluna da escola, BRONWYN, que nunca viola uma regra e quer entrar em Yale. A estrela da equipa de basebol de Bayview, COOPER. NATE, o criminoso, que está em liberdade condicional por vender droga. A menina bonita, ADDY, que parece ter a vida perfeita ao lado do namorado perfeito. 
Que segredos queriam esconder para eliminar Simon? 
Quem será o culpado?”

Editor: Gailivro | ISBN: 9789892341989 | Páginas: 336 | Classificação: 4 em 5 Estrelas

Uma leitura com o apoio:

A editora gentilmente cedeu a versão em e-book do livro para leitura e opinião aqui no blogue.

Lê também

3 Comentários

Deixar uma resposta